terça-feira, 17 de julho de 2012

Cinco músicas marcantes

A Bruh do Outramentos, uma queridona, foi indicada pra um meme - sim, daquele estilo que fazíamos blog afora, que segundo a própria, "simples e com cara da “blogosfera de antigamente”, o que todos nós do Volta, Mundo Blogueiro! estamos buscando", e me indicou de volta! adorei a ideia.

É muito simples: escolher 5 músicas marcantes/importantes na minha vida, ou 5 músicas favoritas. Claro que fiquei surtada com isso, que dificuldade! se fossem as 365 músicas marcantes beleza, mas só cinco, complica. Ou não. Então pra acabar com o mimimi, decidi escolher 5 músicas marcantes pra uma fase mais atual da vida.

1. No one love's me & neither do I - Them Crooked Vultures.
Them Crooked Vultures é o projeto do Josh Homme (Queens of the Stone Age - minha banda favorita por sinal), do Dave Grohl (Foo Fighters) e do John Paul Jones (Led Zeppelin), e ainda conta com o Alain Johannes (Eleven) como guitarra de apoio. Eles se juntaram pra um album só, Them Crooked Vultures (2009), e todas, eu disse todas as músicas são boas (tem como não ser?). 

No one love's me & neither do I é a faixa nº 1, a primeiríssima que abre o disco. E também uma das músicas que eu mais amava tocar com a Bullet Cluster, minha última banda. Depois ela fez total sentido, em uma fase meio tr00 da solteirice. "And I said, no one loves me, neither do I / It makes perfect sense / So I never ask why/ I'll go tomorrow/ 'Cause life doesn't wait/ You can keep your soul/ I don't wanna soul mate". E mesmo depois de passada a fase, faz total sentido. 


2. Meet me on the darkside - Melissa Auf der Maur.
Melissa, ah Melissa! Canadense linda, ex-baixista do Hole e do Smashing Pumpkins. Eu já era apaixonada pelo trabalho dela antes, e quando ela lançou disco solo, em 2004, aí -morri de vez. Além de tudo, esse mesmíssimo album foi produzido pelo Josh Homme! O segundo disco dela, de 2010, é mais maduro e tão bom quanto, "Out of our minds". Vale a pena, porque além de exímia instrumentista, as músicas são muito profundas e a voz da Melissa é super suave e diferente. E puro rock. 

Meet me on the darkside é a faixa nº 7 do segundo album. Ela fala sobre dualidade nas coisas, sobre nosso lado selvagem. Me identifico com cada letra, cada palavra. "Everyone has a dark side/ Why don't you like mine?" resume mil coisas. 


3. Hang you from the heavens - The Dead Weather.
The Dead Weather é o projeto daquele inquieto e lindo do Jack White (The White Stripes) com a lindona++ da Alisson Mossheart do The Kills. Juntou aí uns 'fera' de Nashville e fizeram o projeto, que tem dois discos. 

Hang you from the heavens é uma das músicas mais impressionantes do primeiro disco deles, de 2009. A linha de sintetizadores do início da música é incrível, rasgada, e cede espaço aos vocais maravilhosos da Alisson, a única mulher do universo que sabe ser sexy de casacão (ui). Mentira, todo o trabalho da moçoila é demais. "I 'd like to grab you by the hair / and send you up to the devil".


4. Thumb - Kyuss.
Primeira banda de Josh Homme (ele tá em todas na minha lista, tô sabendo), o Kyuss (Sons of Kyuss, primeiramente), que começou em 1988, era uma coisa linda, eles montavam os equipamentos no meio do deserto em Palm Springs e criavam um dos sons mais incríveis que existem. A banda lançou 5 albuns e acabou em 1995. 

Thumb, do disco "Blues for the red sun" (1992), tem um baixo poderoso, e uma letra absolutamente cínica. A voz rasgada de Joe García casa lindamente com a guitarra grave de Homme. Perfeito. "You don't seem to understand the deal/ I don't give two shits on how you feel".




5. Leif erikson - Interpol.
Já falei de como amo Interpol nesse post aqui, então vamos falar de tekpix da música. Leif Erikson é do album "Turn on the bright lights" (2002) e pra mim é uma das melhores músicas deles. Calma, contida, com a voz grave de Paul Banks soando. E a letra, dá arrepios só de lembrar a primeira vez que interpretei. "She says it helps with the lights out / Her rabid glow is like braille to the night". 


E aí, fiz direitinho? ;D

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários.